Recuperando antigas gravações II

Um rico acervo de registro da ciranda está disponível em gravações em LP, a maioria delas realizada na década de 1970. Para fins de preservação e pesquisa, nossa equipe também digitalizou parte desse material.

Os LP’s foram digitalizados com uma vitrola comum ligada ao computador através de uma placa de som. O áudio foi então tratado, com redução de ruídos e estalos, e depois remasterizado.

O disco Folclore Fluminense traz a música de diversas festividades populares captadas nos anos 70 com um simples gravador portátil – daí a baixa qualidade da gravação, compensada pela atmosfera viva dos bailes.
Disponibilizamos abaixo a “Dança do Chiba”, executada pelo Grupo de Ciranda de Parati:

Já o compacto Cirandas de Paraty é especialmente precioso, registrando quatro canções típicas dos bailes caiçaras, interpretadas pelo Grupo de Tarituba, em 1975: o Chiba-Cateretê, dança vigorosa de sapateado com a qual eram abertas as festas; o Cabôco Véio e o Caranguejo, duas das “miudezas” dançantes; e a Tonta, dançada durante a alvorada como despedida dos bailes. A qualidade do fonograma é ainda inferior à do Folclore Fluminense, tanto pela captação quanto pelo formato de 7 polegadas, mas constitui um registro raro de manifestações musicais paratienses e da voz de Francisco José de Bulhões, o Mestre Chiquinho.
Abaixo, o “Cabôco Véio” – umas das únicas modas de Ciranda executadas em modo menor:

Anúncios

Recuperando antigas gravações

Em nossa pesquisa temos encontrado um rico acervo de antigas gravações, muitas delas indisponíveis em formatos digitais. Este era o caso do acervo pessoal do arquiteto e museólogo paratiense Julio Cezar Neto Dantas, atual diretor dos museus do Ibram em Paraty.

Julio produziu essas gravações entre 1976 e 1983, em diversas festas na cidade. O material foi gravado em fitas cassete, e apesar da ação do tempo, estão ainda com boa qualidade de áudio. Nossa equipe está transferindo todo esse material para o formato mp3 e remasterizando as músicas, eliminando ruídos etc.

Aos poucos, disponibilizaremos aqui no blog parte dessas gravações. Acima, a Dança do Chapéu, um chiba cateretê levado por Francisco José de Bulhões, o Mestre Chiquinho, gravado na Tarituba em 1976.

Abaixo, outros chibas do Mestre Chiquinho, encontrados na mesma gravação: